Início > Aristóteles > Aristóteles – Refutações Sofísticas [2]

Aristóteles – Refutações Sofísticas [2]

Traduzido da versão em lingua inglesa de W. A. Pickard-Cambride
(http://etext.library.adelaide.edu.au/a/aristotle/sophistical/)

2

Dos argumentos empregados no diálogo há quatro classes:

Argumentos Didáticos, Argumentos Dialéticos, Argumentos Examinacionais e Argumentos Contenciosos. Argumentos Didáticos são aqueles que raciocinam a partir dos princípios relativos a cada assunto e não das opiniões do locutor (o aprendiz deveria confiar nestas palavras). Argumentos Dialéticos são aqueles que raciocinam a partir de premissas comumente aceitas, contraditoriamente a uma tese dada. Argumentos Examinacionais são aqueles que raciocinam a partir de premissas que são aceitas pelo locutor e que qualquer um que pretenda adquirir conhecimento do assunto está comprometido a pensar através da maneira que o assunto foi definido. Argumentos Contenciosos são aqueles que raciocinam ou aparentam raciocinar para uma conclusão a partir de premissas que parecem ser comumente aceitas mas não o são. O tema, então, de argumentos demonstrativos foi discutido nos Analíticos, enquanto aquele dos argumentos dialéticos e argumentos examinacionais foi discutido em outro lugar.

Nos permita agora continuar o discurso sobre os argumentos usados em competições e concursos.

Anúncios
Categorias:Aristóteles
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: