Arquivo

Archive for the ‘Quine’ Category

Quine – Dois Dogmas do Empirismo [2]

outubro 8, 2009 3 comentários

Capítulo 1

2. DEFINIÇÃO

Há aqueles que acham reconfortante dizer que os enunciados analíticos da segunda classe se reduzem àqueles da primeira classe, as verdades lógicas, por definição; “solteiro”, por exemplo, é definido como “homem não-casado”. Mas como nós descobrimos que “solteiro” é definido como “homem não-casado”? Quem definiu assim, e quando? Será que vamos apelar para o dicionário mais próximo, e aceitar a formulação do lexicógrafo como uma lei? Claramente isso seria pôr a carroça à frente dos burros. O lexicógrafo é um cientista empírico, cuja tarefa é registrar fatos antecedentes; e se ele explica “solteiro” como “homem não-casado” é devido à sua crença de que há uma relação de sinonímia entre essas formas, implícita em geral ou de uso estabelecido anteriormente ao seu trabalho. A noção de sinonímia pressuposta aqui ainda precisa ser esclarecida, presumivelmente em relação ao comportamento linguistico. Certamente a “definição” que é o relato de um lexicógrafo de uma sinonímia observada não pode ser considerada o fundamento da sinonímia. Leia mais…

Categorias:Quine

Quine – Dois Dogmas do Empirismo [1]

junho 15, 2008 2 comentários

Traduzido de http://www.ditext.com/quine/quine.html

Dois Dogmas do Empirismo

Willar Van Orman Quine

O empirismo moderno foi na maior parte condicionado por dois dogmas. Um é a crença em alguma desunião fundamental entre os juízos que são analíticos, ou fundados em significados independentemente das questões de fato, e juízos que são sintéticos, ou baseados em fatos. O outro dogma é o reducionismo: a crença de que uma frase enunciativa é equivalente a alguma construção lógica sobre termos que se referem a experiência imediata. Ambos os dogmas, eu argumento, são nocivos. Um efeito de abandoná-los é, como veremos, um desaparecimento das supostas ligações entre a metafísica especulativa e a ciência natural. Outro efeito é um avanço em direção ao pragmatismo. Leia mais…

Categorias:Quine